Comprei minha primeira máquina de costura e agora?

Comprei minha primeira máquina de costura e agora? 

Bem, você já deve saber que o mercado de moda é uma das áreas que mais cresce no Brasil e no mundo. Muitos encaram esse fato como oportunidade de empreender e conquistar um espaço especial no mercado de trabalho. O comércio varejista cresce potencialmente a cada ano. E, no varejo, o segmento de tecidos, vestuário e calçados é o terceiro maior em número de vendas, ficando atrás apenas dos setores de combustíveis e supermercado.

[quote_box_left]Então, você pensa: “Tudo bem, esses dados são importantes, mas o que eu quero mesmo saber é como posso começar meu negócio com a máquina de costura que acabei de comprar”. Ok. Vamos conferir as dicas que preparamos![/quote_box_left]

Primeiros passos

Acredite, dá mesmo para transformar sua máquina de costura em uma empresa realmente rentável. De repente, você já conserte as roupas de seus vizinhos e parentes, mas tem mais espaço para ser dominado e conquistado, como veremos a seguir.

Aperfeiçoamento

É bem provável que você já tenha feito um curso para se especializar na área de costura, se ainda não realizou, aproveite e não perca mais tempo. O conhecimento lhe permitirá ter acesso a detalhes importantes os quais, muitas vezes, sozinho você não aprenderia. Outras áreas que precisam ser melhor compreendidas e estudadas são as que envolvem o negócio propriamente dito, como empreendedorismo, administração, marketing etc. Acredite, vale a pena!

Formalizando seu negócio de costura

Se sua intenção é mesmo transformar o ofício numa empresa é preciso se formalizar. Uma dica legal é fazer o cadastro no sistema MEI (Microempreendedor Individual) e ter acesso a benefícios exclusivos. Lembrando que a formalização é gratuita, podendo ser feita na internet e a taxa mensal é menos de R$ 50,00 mensais. Com o registro de pessoa jurídica, você passa a ter direito ao INSS, com uma contribuição menor, podendo se aposentar no futuro; além de ter facilidades nas compras de matéria-prima, como os tecidos usados nas costuras.

Conseguindo encomendas de costura

Vamos supor que você esteja com sua máquina pronta para começar, já tenha reservado seu cantinho em casa para trabalhar e até mesmo já se formalizou. Cabe agora arranjar encomendas. Se ninguém souber que você está no ramo, de nada adiantará seu investimento em equipamentos. Por isso, vá até as lojas de varejo de sua cidade, converse com donos de confecções, ofereça seus serviços a fábricas; enfim, as possibilidades são inúmeras. Você pode também criar peças exclusivas, como, por exemplo, de roupas íntimas e repassar com preço próximo ao de custo, para que outros possam vender.

Formas de divulgação

Tudo bem, talvez você ache que só ir diretamente aos potenciais clientes não seja suficiente. Porém, saiba que a divulgação boca a boca ainda é uma das melhores formas de marketing. Além disso, você pode optar por maneiras mais convencionais de propaganda, como a criação de panfletos, de cartões de visita, de anúncios em jornais e rádios locais. Fora isso, existem outros meios como sites, redes sociais, e-mail e até mesmo o clássico telefone. Para isso, você precisará reservar um capital. Mas não se limite a essas formas para iniciar, seja criativo e tudo irá fluir.

Enfim, essas foram as nossas dicas de hoje. Está achando proveitoso? Então vamos às costuras! Até a próxima!

 

compartilhe esse post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu