5 passos para contratar o serviço de uma costureira

Volta e meia, a gente precisa de um serviço de uma costureira: seja para remendar o rasgo de uma roupa, apertar uma calça que está muito larga ou produzir um vestido sob medida. Por essas e – muitas – outras razões, essa profissão ainda faz parte do nosso cotidiano, por mais subvalorizado e esquecida que possa ser, por vezes; o que é uma pena, afinal, são essas mãos que fazem mágica com um pedaço de tecido e produzem peças belíssimas por conta de apenas uma máquina de costura.

A grande questão é que tem muita gente que acaba ficando em dúvida sobre como contratar os serviços de uma costureira. Aliás, ficam em dúvida inclusive sobre como encontrar uma costureira de confiança para qualquer tipo de serviço – seja ele grande ou pequeno – que a pessoa precisa.

Nesse artigo, vamos mostrar cinco passos que você deve seguir para contratar o serviço de uma costureira e ficar tranquilo quanto ao trabalho que você precisar.

Indicação e confiança

Antes de mais nada, é muito importante você encontrar uma pessoa que possua boas indicações e recomendações. Por isso, quando você estiver procurando por alguma costureira, vale a pena perguntar para amigos e conhecidos se conhecem alguém de confiança.

Tendo essa indicação, você já sabe o que esperar do serviço oferecido e do resultado do trabalho da costureira. Claro que você não vai atrás daquela pessoa que tiver uma indicação negativa, mas vale a pena sempre buscar por pessoas que tenham boa recomendação e que sejam especializadas nesse tipo de trabalho.

Qualidade do trabalho

Antes de você fechar com uma costureira, verifique a qualidade do trabalho e do serviço que oferece. Tem pessoas que acham que é simples um conserto ou a realização de uma roupa, não ficando atentos quanto à qualidade oferecida pelo trabalho da costureira. Por isso, dependendo do que você precisar, não fique só na indicação: faça uma visita até o lugar onde a costureira trabalha e veja como é o resultado de algumas coisas que a profissional faz.

Entendimento do serviço

Depois de receber uma indicação e ver a qualidade do serviço, vem a parte mais importante: fazer a encomenda e garantir que a costureira entenda o que você realmente precisa. Tem muita gente que é meio confusa e acaba não fazendo o que a gente realmente precisa. Isso acaba sendo um pouco irritante. Um bom profissional vai, com certeza, dedicar o seu melhor para fazer o que você pediu, mas vale a pena garantir que ela entenda 100% o que você está pedindo – e pagando.

Equipamentos utilizados

Pode parecer meio bobo, mas esse tipo de dica é deixado de lado por muitas pessoas. Ao dar uma olhada no tipo de maquinário e equipamento utilizado, você vai conseguir perceber se a costureira é realmente boa, com serviço garantido, ou não. Aquelas que vivem no meio de carretéis e pedaços de tecido são as mais confusas, quase folclóricas; as boas costureiras buscam ter um equipamento sempre limpo e um ambiente de trabalho organizado, se preocupando na arrumação das linhas, dos tecidos e na afiação da tesoura e das agulhas das máquinas.

Capacidade

Finalmente, a última dica está ligada com a qualidade do serviço e tem relação se a costureira que você está contratando é capaz de realizar o serviço que você precisa. Algumas se especializam apenas em remendos; outras, são do tipo “faz tudo”. Mas existem aquelas que se especializam em corte e costura, sendo o ideal para a realização de roupas.

seamstress

Por isso, vale a pena conversar e ver como é o serviço da pessoa que você está contratando, não só para evitar aborrecimentos, mas também para valorizar o trabalho daqueles que são realmente capacitados e não fazem disso só o seu ganha pão, mas também a sua arte.

Bom é isso aí, queremos ouvir sua opinião e também seus comentários.

Aproveite e conheça nossa linha de produtos no site da CostureBem

 

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here