4 Passos para você se tornar “A COSTUREIRA”

4 Passos para você se tornar “A COSTUREIRA”

Se você sabe que costura bem, faz belíssimos trabalhos e poderia ganhar dinheiro com isso, comece a pensar em virar A COSTUREIRA em seu bairro. Aquela mulher que todos sabem que é excelente para arrumar peças de roupas que pareciam não ter mais jeito de serem usadas e de repente aparecem como novas, por conta do seu profissionalismo e habilidade em resolver todo tipo de pedido de costura. Seja para aumentar medidas, diminuir, costurar, ajustar, inovar, enfim, vários tipos de técnicas que só você consegue fazer de um jeito que encanta a todos, seja por sua agilidade ou delicadeza com a costura.

Vamos aos 4 Passos?

primeiro-passo

O primeiro é você organizar um espaço para atender os seus clientes em casa, por exemplo em sua sala. Você vai precisar de um espaço para o cliente provar a peça e ao mesmo tempo conversar com você. Por isso, providencie um tipo de “provador” pequeno, apenas para uma pessoa e posicione-o próximo ao seu espaço de trabalho. Você pode ter na sala a sua máquina de costura e logo ao lado, o provador.

segundo-passo

O segundo passo é você ter uma pequena mesa com duas cadeiras, para receber essas pessoas. Você resolve isso comprando um conjunto de mesa e cadeiras, vendido em supermercados ou lojas de móveis, onde além de não ocupar muito espaço, são super práticas para você receber seus clientes com total comodidade, para conversarem sobre o pedido de costura e acertarem valores. Esse processo ocorre na maioria das vezes, depois que o cliente provou a peça no provador e te mostrou o que deseja que seja feito. Seja barras em calças, ajustar o comprimento de um vestido, entre outros pedidos.

terceiro-passo

O terceiro passo é você ter um bloco de pedidos com espaço para escrever os preços. Nele você pode escrever tudo que precisa ser feito nas peças do cliente, especificando todos os valores, além de conseguir escrever seu nome, telefone e horário de atendimento. Utilizando um carbono entre as duas primeiras folhas, você fica com uma via e o cliente com outra via das anotações que você fizer. Peça para que ela traga esse papel quando vier retirar a peça, assim você consegue ter um controle de tudo que está realizando em seu negócio.

quarto-passo

O quarto passo é saber criar os preços para cada tipo de trabalho. Você precisa colocar nesse valor, o espaço que você possui para atendimento, o custo dos materiais que você vai usar para cada trabalho e o valor da sua mão de obra (quanto vale o seu trabalho como costureira)? Com isso, você chega a um valor para ser cobrado ao cliente.

Gostou? Então não se esqueça de curtir nossa página no Facebook e acompanhar nossos posts sempre diferentes e recheados de informações super interessantes para os amantes do mundo da costura. Tudo que você deseja saber sobre costura, temas tradicionais ou novidades, você sempre encontra aqui, no blog Costurebem.

compartilhe esse post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu