Técnicas de costura que são passadas de geração em geração

Costurar não é uma atividade fácil. É necessária muita atenção, coordenação e, principalmente, praticar todos os dias, para que cada vez o trabalho se torne mais rápido e com um bom acabamento.

Algumas pessoas costuram por que gostam, é relaxante e faz bem para quem tem a vida corrida e agitada. Outros levam a sério e fazem disso uma atividade rentável, já que precisamos, ao menos uma vez na vida, que algum costureiro ou costureira faça ou reforme uma roupa.

Antigamente, todas as pessoas do sexo feminino tinham o dever de aprender a costurar, mesmo não gostando muito daquilo. Por isso, há técnicas de costura que são passadas de geração em geração, desde a época de nossos avós, até os dias atuais.

Essas técnicas ajudam as costureiras do século XXI a executarem a atividade com conhecimento e sabedoria, se tornando úteis e indispensáveis para quem quer entrar no mundo da costura.

Dicas de costura que passam atravessam gerações e continuam vivas

- Não desista: no início, tudo vai parecer muito difícil. A costura manual vai ser maçante e com a ajuda da máquina será complicado. Porém, praticando todos os dias, pelo menos um pouquinho, o processo se tornará tão mecânico que você poderá fazer de olhos fechados.

- Fazer o molde é importantíssimo: é a partir dele que você terá a visão mais parecida de como irá ficar depois de pronto. Ele vai te ajudar a dar forma à roupa e diminui a margem de erro. Capriche no molde e sua peça ficará excelente.

- Não tenha pressa e alinhave: alinhavar a peça garante que, principalmente, o comprimento fique exato. Quem só alfineta, corre o risco de ter que refazê-la novamente, caso fique torta.

- Compre mais do que a metragem necessária: comprando somente o tamanho exato de tecido, corre o risco de faltar, ou ocorrer um corte errado e precisar de remendo, ou forro, etc. Por isso, é mais fácil prevenir do que remediar.

- Pense a planeje antes de cortar o tecido.

- Corte sempre pelo lado avesso do tecido.

-A pressa é inimiga da perfeição: não pegue um número muito alto de costuras para fazer, se não tiver nenhum ajudante para correr junto com você. Faça apenas o que consegue, afinal, mais vale uma peça bem feita do que duas ou três mal feitas.

- Recomece: não deu certo? O cliente não aprovou? Não tenha medo de desfazer e refazer a peça. Isso mostra interesse e pró-atividade por parte do profissional.

- Está tudo dando errado e a peça não está saindo como o planejado? Largue tudo o que está fazendo, mude o foco, dê uma caminhada e depois retome as atividades de costura. Qualquer trabalho manual que exija atenção e delicadeza, só dá certo quando feito com inspiração e cuidado.

Esses são truques fáceis que, muitas vezes, os costureiros de plantão ignoram. Porém, podem ser de grande valia para melhorar ainda mais o trabalho.

Mais dicas como essa podem ser encontradas nos links:

B01 - 300x250 descontos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here